Tratamento com ácido glicólico: Saiba seus benefícios

O ácido glicólico é um alfa-hidroxiácido (AHA) que tem origem da cana-de-açucar. Ele não possui cheiro e é totalmente incolor, também tem um efeito esfoliante na pele, aumentando a absorção de outros componentes. Vem conferir comigo o tratamento com ácido glicólico.

Esse tratamento com ácido glicólico é maravilhoso, porque ele estimula a síntese de colágeno na derme. Esse ácido pode tornar a pele mais fina, sedosa, clara e ainda reduzir as cicatrizes de quem possui acne. Babado, né?

Para quem é indicado?

Tratamento com ácido glicólico

Antes de começar qualquer tratamento, sempre procure um dermatologista de sua confiança, nunca siga conselhos na internet ou dica de amiga. O tratamento de ácido glicólico é mais utilizado nas pessoas que:

  • Tem mais propensão à acne: o ativo ajuda a manter os poros livres da produção excessiva de queratina.
  • Tem sinais da idade, manchas ou cicatrizes: o ácido diminui a espessura da pele graças ao efeito esfoliativo que falamos anteriormente, ele clareia e estimula a síntese de colágeno na derme.
  • Estrias: funciona para tratar estrias recentes, ainda vermelha ou rosadas.

Como turbinar o ativo para clarear manchas?

O tratamento com ácido glicólico ajuda a eliminar as manchas mais rápido, mas ele não tem nenhuma ação sobre a produção da melanina. Em produtos clareadores, o componente pode ser usado associado a um ativo despigmentante como alfa-arbutin, niacinamida ou ácido tranexâmico.

Como usar o produto em casa?

Tratamento com ácido glicólico

Fique atento a textura do produto, por exemplo, o sérum é ótimo para todos os tipos de pele por ser leve. Os cremes geralmente são bons para as peles mais maduras e, para as mistas a oleosas ou acneicas. A textura em gel são consideradas as melhores, então fica a dica =)

Para peles oleosas:

tratamento com ácido glicólico

Além de ser importante usar produtos como séruns e géis, o uso de sabonetes à base de ácido glicólico também é extremamente importante e não pode ser deixado de lado, ele pode ter ácido salicílico ou não, mas independente disso, ele vai ajudar a atuar no controle da oleosidade e dos cravos.

Peles com manchas e melasma:

Tratamento com ácido glicólico

O tratamento com ácido glicólico ajuda na renovação celular, otimizando os tratamentos clareadores feitos em clínica. O ativo pode ser combinado a clareadores como ácido fítico, kójico e alfa-arbutin. ADORO!!!

Peles maduras:

Tratamento com ácido glicólico

Para as peles maduras, o ideal é usar produtos a base de ácido glicólico, eles são maravilhosos e funcionam muito bem para atenuar os sinais da pele. O ideal é apostar em produtos com fórmulas cremosas para evitar irritação e manter a hidratação.

Ju, mas quem não pode usar?

Tem que evitar fazer o tratamento com ácido glicólico quando a pessoa tem algum tipo de alergia ou reatividade na pele, porque o ácido pode causar hiperpigmentação pós inflamatória.
Ele é liberado em gestantes a partir do segundo trimestre, porque não deve ser usado em lesões ativas na pele ou em feridas abertas, tá bom?

Gostaram do post gente? Comenta aqui, quero saber <3

Um beijo,

Ju Rakoza

Instagram :@Julianarakoza

Facebook: Juliana Rakoza

Instagram B4S: Beauty_4_Share

Facebook B4S: Beauty4Share 

Alerta de Tendência: Máscaras coloridas

Massagem para rosto – Conheça seus benefícios

5 sinais que você está usando pincel de forma errada

 

Subscribe so you don’t miss a post
Sign up with your email address to receive news and updates!

O que acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × cinco =

No Comments Yet.

Anterior
Blurred lips: batom borrado é tendência
Tratamento com ácido glicólico: Saiba seus benefícios